Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/a9985/public_html/plugins/system/piwik/piwik.php on line 71
Associação dos Geógrafos Brasileiros - Associação dos Geógrafos Brasileiros
Página Principal

Carta em solidariedade a estudante de Geografia Lorena de Castilhos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul 06/06/2017

A Associação de Geógrafos Brasileiros é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que reúne geógrafas e geógrafos (licenciados, bacharéis e estudantes) preocupados com a promoção do conhecimento científico e técnico da Geografia para que se possa oferecer à crítica da sociedade uma abordagem consistente, aperfeiçoando o debate científico da Geografia e desenvolvendo alternativas e iniciativas de promoção do bem-estar social. Dessa maneira a entidade manifesta-se em solidariedade a estudante Lorena Castilho, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) no que tange ao processo de desligamento do curso de Geografia nessa Universidade.

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em seu exercício de instituição pública de Ensino Superior, opera com sistema de cotas. Tal sistema funciona sob a “Lei de Cotas Lei nº 12.711/2012”, e dentro desta está designada uma porcentagem para estudantes que possuam baixa renda. Recentemente, no dia 18 de Maio de 2017, a aluna Lorena Castilhos, do 2º semestre, foi desligada do curso de Licenciatura em Geografia. A mesma ingressou no curso por essa Lei, segundo seu próprio relato, apresentando todos os documentos necessários para comprovação de renda, sendo que seu recebimento de Bolsa Família já serve para demonstrar que a mesma se encontra na condição que demanda o ingresso pelas vagas destinadas a quem recebe menos do que 1,5 salário mínimo.

Agrega-se ao caso, ainda, dois fatos importantes. O primeiro, de que não foi cedido amplo direito de defesa, através da negativa de recurso após a notificação. O segundo, que no processo de averiguação de seu desligamento foram feitas reiteradas perguntas acerca da militância política da estudante, que é abertamente envolvida com a Federação Anarquista Gaúcha. Este diálogo se deu em uma reunião com duas funcionárias da Universidade, uma delas assistente social, a partir de onde emitiu-se o parecer de desligamento. Interrogações acerca do envolvimento político dos estudantes certamente não faz parte de um processo administrativo que pretenda lisura, ou seja, de uma análise das condições econômicas de ocupar uma vaga por cotas de renda estritamente avaliando os ganhos monetários de cada pessoa.

Tendo em vista o exposto acima, a Associação dos Geógrafos Brasileiros se solidariza com a companheira Lorena Castilho e repudia veementemente qualquer atitude que configure perseguição política, em qualquer âmbito, público ou privado, contra qualquer pessoa.

Estudante Lorena de Castilhos

Relato da estudante Lorena de Castilhos em: (https://www.youtube.com/watch?v=rw2zNBzNLcE)


Associação dos Geógrafos Brasileiros

129ª e 130ª Reunião de Gestão Coletiva da Associação dos Geógrafos Brasileiros (Dourados MS/ Aracaju SE)

129a Reunião de Gestão Coletiva da Associação dos Geógrafos Brasileiros

 

A Associação dos Geógrafos Brasileiros realizou a 129ª Reunião de Gestão Coletiva, nos dias 20 e 22 de janeiro de 2017, em Dourados/MS. Esta reunião realizada na Universidade Federal da Grande Dourados/ Faculdade de Ciências Humanas, contou com a participação das seções locais Três Lagoas, Dourados, Niterói, Aracaju, Maringá, São Paulo e João Pessoa. Contou com várias discussões pertinentes a entidade, dentre as quais, a Articulação Nacional de GTs Questão Indígena da AGB se propôs a refletir sobre a situação dos povos indígenas no Brasil e especialmente em Mato Grosso do Sul, além disso, a ANGTs Questão Indígena fez um histórico das ações e uma análise da inserção da AGB nesta pauta.

Convidaram Ládio Verón, cacique do Tekoha Takwara, para uma contribuição nesta análise. Além disso, a ANGTs Questão Indígena fez um histórico das ações e uma análise da inserção da AGB nesta pauta. A reunião também contou com importante debate acerca do papel político da AGB e sua política financeira, no sentido de dar corpo à formação política em consonância com uma saudável organização financeira, também foi discutida a transparência de recursos e a proposta de um Plano Financeiro da entidade.

Durante a reunião foi proposto uma melhor organização da Reunião de Gestão Coletiva e do andamento de seus encaminhamentos, de forma a contribuir efetivamente na construção da AGB Nacional, a partir das articulações das SLs. Foi discutida a importância das contribuições das seções locais para o informativo AGB em Debate e seu caráter coletivo dentro da entidade, bem como a urgência de criação de um novo site. Durante a 129 RGC, foi aprovado o Tema para a Revista Terra Livre n. 47, sendo ele: Os retrocessos do novo conservadorismo, liberalismo e fundamentalismo.

Leia mais...

MANIFESTO EM APOIO À GREVE GERAL DO DIA 28 DE ABRIL DE 2017

A Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB) vem a público manifestar seu apoio à Greve Geral da próxima sexta-feira, 28 de abril, contra as Reformas da Previdência e Trabalhista, além da Lei da Terceirização, dentre outras medidas do atual Governo e do Congresso Nacional. Estas propostas de reformas na legislação representam a retirada de direitos das trabalhadoras e trabalhadores brasileiros, conquistados por meio de diversas lutas históricas travadas durante décadas de mobilização e organização.
 
Diante disso, a AGB conclama a todos os profissionais e estudantes da Geografia brasileira a se somarem às Centrais Sindicais, aos Movimentos sociais e a outras organizações na GREVE GERAL e nos atos públicos que serão realizados em todo o território nacional.
 
maxresdefault 1
  
 
Diretoria Executiva Nacional da AGB
Biênio 2016-2018

 

CIRANDA GEOGRÁFICA

CIRANDA GEOGRÁFICA
A seção local Rio de Janeiro da AGB convoca os participantes do XVIII ENG-São Luís (MA) a integrarem e construírem coletivamente um espaço auto-gestionado de cuidado das crianças que acompanharão suas mães e pais durante o evento. Considerando que os cuidados com os filhos recaem, na maior parte das famílias, sobre as mulheres, assumimos na 126ª RGC o compromisso de promover possibilidades de maior participação das geógrafas e suas famílias no ENG. Assim, contamos com a auto-organização dxs associadxs em torno da “Ciranda Geográfica”, um espaço de acolhimento e ludicidade. Para garantirmos as condições necessárias de funcionamento da Ciranda, pedimos para que os encontristas interessados entrem em contato através do email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo." id="ecxyui_3_16_0_ym19_1_1463434480659_3921" style="line-height: 19.88px; font-weight: inherit; text-decoration: underline; color: #196ad4; cursor: default;">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. com o título/assunto: “Ciranda XVIII ENG”."

Moção de Repúdio da AGB- Sessão Local Belo Horizonte à atuação da Samarco SA e à sua blindagem pela mídia e órgãos públicos

UM PADRÃO DESTRUTIVO E NADA EVENTUAL

Por AGB-SLBH

Mesmo entendendo que neste momento o silêncio seria o mais respeitoso para com aqueles que estão sofrendo pela morte e lutando pela vida, julgamos, também, ser a hora de gritar para que essas lágrimas não tenham sido em vão. A lama tirou a vida de um número ainda indefinido de pessoas, deixou centenas desabrigadas e sem terra para cultivar, causou a mortandade de espécies da fauna e flora da região em níveis estratosféricos e afetou o abastecimento de água de milhares de pessoas. A lama continua a se movimentar e a destruição só aumenta.

Tem-se chamado de catástrofe ou de tragédia o rompimento de duas barragens de rejeitos de mineração da empresa Samarco S.A. que arrasou irreversivelmente o distrito de Bento Rodrigues, em Mariana (MG). Porém, faltam termos para descrever a gravidade do acontecimento que estamos presenciando. Talvez colapso fosse mais apropriado. Catástrofe e tragédia são termos que expressam o choque, mas vêm sendo utilizados com intuito de fazer com que este evento ganhe um ar de eventualidade, de acidente. Nós preferimos chamá-lo pelo que é: um CRIME que expõe um padrão destrutivo presente na lógica minerária. Não foi acidente e é importante frisar isto, pois as responsabilizações devem acontecer.

Leia mais...

Pagina 1 de 21

História da AGB

Docs / SupportAqui você pode encontrar um pouco mais sobre a história da AGB e sua ata de fundação.

Leia mais...

Legislação / Estatuto

Docs / SupportVeja aqui a legislação que regulamenta a profissão de geógrafo, o estatuto da AGB e como criar uma Seção Local da AGB.

Leia mais...

Contato

icon-contatoAqui você pode verificar os meios para entrar em contato com a AGB.

Saiba mais aqui...

Free business joomla templates