Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/a9985/public_html/plugins/system/piwik/piwik.php on line 71
Associação dos Geógrafos Brasileiros - Página principal
Página Principal

XVIII Encontro Nacional de Geógrafos

Carta à comunidade geográfica - Em defesa da educação básica e do ensino de geografia.

A Associação dos Geógrafos Brasileiros - AGB, durante o IV Fórum de GTs (Grupos de Trabalho), realizado nos dias 07 e 08 de setembro de 2017 na cidade de São Paulo - SP, em sua plenária final, vem reiterar seu compromisso e práticas políticas em/na defesa da educação pública gratuita e de qualidade, da profissão docente e da Geografia Como disciplina escolar, sendo está um campo fundamental para a onstrução de leituras críticas sobre as relações socioespaciais. A AGB vem acumulando debates através de atividades e encontros como o VIII Fala Professor realizado em 2015 e dos diálogos com outras entidades na tentativa de construir documentos técnicos, notas, moções que denunciam e combatem a precarização e o desmonte da educação em todas as suas escalas (municipal, estadual e nacional) e níveis (Fundamental, Médio e Superior). No último período, de ruptura democrática e institucional, a AGB vem participando das audiências Públicas do Conselho Nacional de Educação como forma de expressar seu posicionamento contrário: a Base Nacional Comum Curricular (BNCC); o desmanche da educação pública proposto pela Reforma do Ensino Médio; e a precarização da formação e do trabalho docente. As reformas educacionais em curso desconsideram as geografias feitas por professoras e professores nas diferentes escolas do país. Tais reformas atendem aos interesses dos agentes do capital privado, que intencionalmente tentam inviabilizar a pluralidade de currículos, construídos no cotidiano das escolas a partir de demandas e do diálogo com os conhecimentos da comunidade escolar, afastando o pensamento crítico e reflexivo da escola para homogeneizar e empobrecer os saberes. Assim, o Fórum de GTs da AGB aponta para a necessidade de fortalecer ações coletivas que construam posicionamentos críticos frente a essas ações que põe em risco a GEOGRAFIA, para isso os temas relacionados às reformas em curso precisam estar incluídos nas pautas das reuniões, nas escolas e nas universidades, como uma forma de incentivar o debate, a manifestação e a realização de ações contrárias a esse processo (antidemocrático e violento de desmonte do Estado e de ataques a disciplinas que desvelam a realidade). Nesses tempos tão obscuros, conclamamos estudantes, professoras e professores de Geografia da Educação Básica e da Universidade, que participem das ações promovidas pelas seções locais da AGB. A quem interessa uma escola sem professores de Geografia? Venha construir conosco a defesa da educação básica e do ensino de geografia. Junte-se a sua seção local.

(Leitura da Carta feita no XIII Encontro Nacional de Prática de Ensino em Geografia- ENPEG)

 

São Paulo, 08 de setembro de 2017

 Associação dos Geógrafos Brasileiros/ Articulação Nacional de GTs

Professor André Tinoco representando a AGB na Audiência Pública BNCC - Brasília.

Professor André Tinoco representando a AGB na Audiência Pública promovida pelo CNE em Brasília acerca da construção da Base Nacional Curricular Comum, dia 11/09/2017: “A Associação dos Geógrafos Brasileiros vem mais uma vez se colocar contra o processo de aprovação da BNCC que está em curso. A BNCC não resolverá os problemas da educação brasileira, na verdade reforçará a precarização que já ocorre nas diferentes regiões do país. A BNCC serve aos grupos privados, ao empresariado que enxergou na educação um “tesouro a descobrir”, uma fonte de lucros. Fundação Lemann, Itaú-Unibanco, etc. Eles já estão presentes em diferentes projetos nas Secretarias de educação de diversos estados brasileiros e agora através da BNCC e da reforma do ensino médio se consolidam nacionalmente. 
Sobre o processo:
Falam em processo democrático de construção da Base, mas a verdade é que não há democracia, a base já está fechada. As Audiências Públicas foram engodos. 
• O CNE, que teve sua composição alterada nesse processo, como está hoje funciona como um aparelho da hegemonia desses grupos privados.
• A própria propaganda do MEC fala que a Base já foi construída. 
• O Movimento pela Base, a UNDIME e o CONSED (proponentes da BNCC) já elaboraram Apostilas e Cursos de Formação para implementação da BNCC destinados aos gestores das escolas públicas.
• A BNCC já se apresenta como diretriz para políticas futuras do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). O Edital 2019 do livro didático, 1º ao 5º ano já consta a BNCC como critério de avaliação

Sobre a Geografia
• A geografia da BNCC não contempla a construção de um conhecimento crítico sobre o mundo. 
• A BNCC não respeita as geografias construídas no chão da escola, construída por professoras e professores que tem na sua prática cotidiana formas de construir leituras críticas e visões contra-hegemônicas de mundo."

andre tinoco bncc

 

Confira na íntegra: Página Facebook AGB Niterói (https://www.facebook.com/agb.niteroi.1981/videos/vb.1103763882991262/1632228536811458/?type=2&theater)

AGB comemora 83 anos!

A Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB) comemora neste mês de Setembro o seu 83º aniversário com propósitos de se manter atuante e comprometida com a ciência geográfica. A entidade promove o conhecimento científico a partir do diálogo permanente entre geógrafas e geógrafos em todas as linhas de pesquisa. Assim é que, tendo surgido em meados da década de trinta do século passado, a história institucional da entidade está integrada à história da Geografia e do pensamento geográfico brasileiro. 

agb 83 anos 2

Uma Diretoria Executiva Nacional e as várias Seções Locais (com eleições a cada dois anos) formam a estrutura e o corpo da AGB, cuja construção ocorre nas Reuniões de Gestão Coletiva (RGC), nos Grupos de Trabalhos (GT), nos eventos nacionais como o Encontro Nacional de Geógrafos (ENG), que caminha    para a sua XIX edição, o Congresso Nacional de Geógrafos (CBG) e o Encontro Nacional de Ensino de Geografia (Fala Professor), além de nas demais atividades promovidas pelas Seções Locais. A construção se dá também por meio das publicações que a Associação constrói. Boa parte da produção científica da Geografia brasileira encontra-se publicada em Anais de seus Encontros e Congressos, sendo também responsável pela publicação da Revista Terra Livre (http://www.agb.org.br/publicacoes/) e do jornal AGB em Debate (http://www.agb.org.br/index.php/agb-em-debate), somadas a muitas outras publicações das Seções Locais. 

Hoje a AGB é uma entidade que reúne geógrafos, professores e estudantes preocupados com a promoção do conhecimento científico, filosófico, ético, político e técnico da Geografia para que se possa oferecer à crítica da sociedade uma abordagem geograficamente consistente dos seus/nossos problemas. A AGB está de portas abertas para receber todas e todos que tenham interesse de construir essa historia.

Coletivo de Comunicações Diretoria Executiva Nacional - Biênio 2016-2018.

 

IV Fórum de GTs & 131a RGC - 7 a 10 de Setembro - São Paulo

A partir das deliberações do XVIII ENG de São Luís (2016), a Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB) organizou nos dias 7 ao dia 10 de Setembro de 2017, o IV Fórum de Grupos de Trabalho (GTs) da entidade. Um espaço coletivo que avaliou e discutiu a organização da entidade a partir dos GTs e a sua importância na conjuntura atual da realidade brasileira, que nos colocam sérias questões sociais, exigindo prática política correspondente. Foi debatida a concepção da entidade a partir das realidades locais, constituindo os GTs enquanto formas de intervenção coletiva da entidade.

No IV Fórum de Grupos de Trabalho (GTs) discutiu-se a importância dos GTs da AGB, sendo aqueles que realizam o movimento da AGB e que dão sentido a sua postura militante. Entretanto, foi socializada durante o Fórum, os desafios das seções locais presentes com a articulação efetiva de seus próprios GTs, como também uma dificuldade de formação de novos quadros. Na plenária final foi um momento de intenso debate sobre como efetivar os GTs da entidade, sendo evidente a necessidade de socializar a história da entidade, suas ações e procedimentos, como também uma necessária formação de novos agebeanos para uma atuação política acertada na realidade pelo viés da Geografia. Destacou-se, o necessário aperfeiçoamento da Comunicação da entidade e da articulação efetiva entre os Grupos de Trabalho e a Articulação Nacional de GTs.

Capturar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Neste Fórum foi socializado o quadro diagnóstico dos Grupos de Trabalho (2012 a 2017) elaborado pela Articulação Nacional de GTs apresentando uma série histórica da atuação dos GTs da entidade e das atividades que as seções locais realizaram. Foi destacado quais ações, quais são os interlocutores e qual a temporalidade dos GTs. Apartir desse quadro diagnóstico e das contribuições das seções locais, foi reafirmada o princípio da horizontalidade na constituição dos GTs, sendo espaços não hierárquicos de formação, para ação e reflexão dos agebeanos, como também o princípio da diversidade das formas de atuação das seções locais que tendo realidades distintas atuam segundo as demandas específicas.

Dentre as discussões mais candentes do Fórum destacou-se a questão das Reformas da Educação e a importância dos geógrafos se organizarem para travarem uma luta em defesa do Ensino de Geografia. Desse modo, foi elaborada através das discussões do Fórum a Campanha Nacional permanente em defesa da educação e do ensino de Geografia, a ser construída pela AGB Nacional a partir das contribuições da Articulação Nacional de GTs de Ensino.

Durante a 131ª RGC os pontos de Política Financeira da entidade e a definição dos eixos do “XIX Encontro Nacional de Geógrafos – João Pessoa”, foram os pontos de maior destaque. As seções locais presentes foram São Paulo, Rio de Janeiro, João Pessoa, Aracaju, Niterói, Uberlândia, Vitória, Três Lagoas e Belo Horizonte. Nesta RGC também contamos com a presença da Pró Seção Local Santo André, que está em processo de articulação.

Coletivo de Comunicações DEN Biênio 2016-2018

Confira as Cartas das Sociedades Cientificas Associadas à SBPC sobre o corte orçamentário para Ciência e Tecnologia

É muito grave a situação da ciência e tecnologia e das universidades públicas no país. O contingenciamento de recursos para o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC, em 2017, incidindo sobre orçamentos já muito reduzidos em relação aos de anos anteriores, produziu uma drástica diminuição nas verbas para a CT&I. Essa redução de recursos, que ocorreu também no orçamento das universidades públicas federais, ameaça seriamente a própria sobrevivência da ciência brasileira, bem como o futuro do país e sua soberania. As entidades representativas das comunidades científica, tecnológica e acadêmica brasileiras e dos sistemas estaduais de ciência e inovação, promoveram a elaboração de cartas, para as autoridades governamentais, os parlamentares e a população brasileira, sobre os graves riscos que essa enorme redução nos recursos para a CT&I e para a educação superior pública podem trazer para o país.

Seguem, anexas, duas cartas enviadas, junto a outras entidades representativas da comunidade científica, tecnológica e acadêmica:

-  ao Ministro Gilberto Kassab, MCTIC, solicitando a convocação de reunião do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, CCT - carta entregue em mãos por mim e pelo presidente da ABC, Luiz Davidovich, no último dia 23/8;

-  ao Presidente da República, Michel Temer, carta aberta pedindo resolução urgente da crise na CT&I e no Ensino Superior.

Confira!

Carta conjunta ao MCTIC

Carta Conjunta ao Presidente da República

 

Pagina 2 de 24

História da AGB

Docs / SupportAqui você pode encontrar um pouco mais sobre a história da AGB e sua ata de fundação.

Leia mais...

Legislação / Estatuto

Docs / SupportVeja aqui a legislação que regulamenta a profissão de geógrafo, o estatuto da AGB e como criar uma Seção Local da AGB.

Leia mais...

Contato

icon-contatoAqui você pode verificar os meios para entrar em contato com a AGB.

Saiba mais aqui...

Free business joomla templates