REDES SOCIAIS COLABORATIVAS E GEOGRAFIA EM REDE: AS NOVAS FORMAS DE APROPRIAÇÃO DO CONHECIMENTO SOCIAL NO SÉCULO XXI

HINDENBURGO FRANCISCO PIRES

Resumo


 

A difusão do conhecimento científico da área de Geografia, na Internet, vem sendo efetuada através de revistas eletrônicas e online, e também a partir da apropriação e do uso, de sítios de entidades e instituições, redes sociais e acadêmicas, espaços públicos eletrônicos  (listas), blogs, cursos e materiais didáticos, banco de dados, livros eletrônicos (e-Books) e bibliotecas digitais, etc. Esta pesquisa financiada pela FAPERJ - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro, tem os seguintes objetivos: a) debater os conceitos de saber vivo e trabalho imaterial na formação da razão contra-hegemônica ao capitalismo; b) analisar a participação das redes sociais colaborativas no processo de apropriação pública do conhecimento científico; c)  contribuir para fortalecer as pesquisas sobre a Geografia em Rede; d)  revelar como a criação de Geotecnologias surge da práxis colaborativa de seus desenvolvedores; e) evidenciar o papel da Educação na nova economia do conhecimento. Nessa pesquisa, foram propostas algumas perspectivas metodológicas para os estudos sobre a apropriação social do conhecimento através de redes sociais colaborativas, para organização e difusão do trabalho científico e para articulação de ações colaborativas


Texto completo:

17-36

Apontamentos

  • Não há apontamentos.